Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/09/09 às 19h29 - Atualizado em 29/10/18 às 14h43

Governador Arruda inaugura o Parque Monjolo

Dos 2.200 metros, 1.600, que compreende ao trecho das quadras 508 e 509, começaram a ser trabalhados agora. O grande diferencial do parque perimetral é conservar as Áreas de Preservação Permanentes (APPs), tornando-se um grande cinturão verde entre o perímetro urbano e as reservas ambientais.

O projeto é uma iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (Seduma) em parceria com a Novacap e, neste caso, com a Administração Regional do Recanto das Emas. O objetivo maior é conscientizar a população local da necessidade da conservação dos ecossistemas e da reintegração dessas áreas à cidade, a fim de se evitar as ocupações irregulares.

Para isso, o governo espera contar com os próprios moradores como seus fiscais, pois o parque vai oferecer estrutura de lazer e esporte, com pistas de corrida, parques infantis, quiosques, ciclovias, tanques de areia para prática de esportes, pergolados para descanso, quadras poliesportivas e aparelhos para exercícios físicos.

O secretário adjunto da Seduma, Eduardo Brandão, explica a importância dos parques perimetrais para a conscientização ecológica da comunidade.
“O conceito do Parque Perimetral é justamente criar esta área de transição do perímetro urbano para as Áreas de Preservação Permanentes, gerando uma área de amortecimento do impacto urbano. A partir disso, a sociedade começará a vivenciar o parque, com uma relação harmoniosa”, afirmou Brandão.

O presidente da Novacap, Luiz Carlos Pietschmann, elogia a iniciativa. “Mais uma vez o governador Arruda presenteia uma população carente de qualidade de vida e a Novacap se enche de orgulho de estar presente em mais este projeto. O Taguaparque, em Taguatinga, foi o primeiro de muitos que serão criados em todo o DF”, anuncia.

Os moradores já comemoram. “Moro aqui há nove anos e sempre ouvi falar que essa área seria para um parque. Como nunca aconteceu, já tinha perdido as esperanças, mas com o movimento das máquinas agora acho que vai para a frente e nós teremos um local de lazer na porta de casa. Não poderíamos ganhar um presente melhor do governador Arruda”, disse a dona de casa Rosângela Sousa Correia, de 46 anos, moradora da quadra 508, conjunto 3.

Martins de Castro Filho também está feliz com o Parque Monjolo, principalmente porque o lixo vai desaparecer. “Os moradores fazem desse terreno um lixão a céu aberto, é um crime ambiental. Com a construção do parque, espero que os moradores tenham consciência da necessidade de não jogar lixo e de cuidar do local. Da minha casa agora vou ter um visual bonito e não mais aquela imundície”.

Dia da Árvore

O Dia da Árvore, comemorado em 21 de setembro, será lembrado dentro da programação de lançamento do Parque Perimetral Monjolo. Na oportunidade, cerca de mil crianças das escolas próximas ao parque farão o plantio de 500 mudas nativas do Cerrado, todas doadas pelo Departamento de Parques e Jardins (DPJ), da Novacap.

Estudantes das escolas do Recanto das Emas já iniciaram o processo de conscientização ambiental, com participação em palestras sobre a preservação dos recursos naturais.

No evento, as 500 mudas que serão plantadas terão o nome dos alunos responsáveis. A ideia é que cada estudante adote uma muda, responsabilizando-se pela preservação e aproximando-se, cada vez mais, do parque. Ao final do plantio, todas as crianças receberão certidão de nascimento simbólica da planta.

O plantio de mudas no DF é prioridade para o governador. A Novacap assumiu o compromisso de plantar no mínimo dez árvores para cada uma que é retirada em todo o DF. Essa tarefa caberá ao Departamento de Parques e Jardins (DPJ).

A grande novidade é que a partir de agora o DPJ se prepara para fazer o plantio de mudas de médio porte, ou seja, com dois a três metros de altura. “É uma forma de minimizar o impacto causado pela necessidade da retirada. Tira uma árvore grande e planta uma média. Até então plantávamos mudas bem pequenininhas, que levam um tempo maior para se desenvolverem. Agora isso vai mudar”, explica o chefe do DPJ, Daniel Marques.

A Novacap já providenciou a compra, por pregão, de cerca de 44 mil mudas de médio porte de espécimes do Cerrado a serem plantadas em todo o DF, que vão custar R$ 3 milhões.

Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil - Governo do Distrito Federal

NOVACAP

Setor de Áreas Públicas - Lote B - CEP: 71.215-000 Telefone: 3403-2300