Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/06/18 às 11h39 - Atualizado em 29/10/18 às 13h27

Cinco mil botijões de gás a menos na atmosfera

Novacap desenvolve novo sistema de operação da usina de asfalto que, além de economizar  recursos públicos reduz a quantidade de  gases eliminados na atmosfera. O método, desenvolvido pelo engenheiro da usina da Companhia, levou dois anos para ficar pronto.
A Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) deu um passo importante quando o assunto é gastar menos e cuidar mais do meio ambiente. Durante dois anos, o engenheiro responsável pela usina de asfalto da Novacap desenvolveu um método que vai eliminar a emissão de 28 mil metros cúbicos de gases na atmosfera por ano, o equivalente a cinco mil botijões.
O novo sistema baseado em isolamento térmico também contribuirá com uma economia de cerca de R$ 250 mil reais por ano para a Companhia, que permitirá a utilização de menos energia para manter o aquecimento dos tanques de armazenamento de Cimento Asfáltico de Petróleo (CAP), por mais tempo com utilização de menos combustível e temperaturas mais baixas.
A implantação do novo sistema consiste no isolamento térmico da tubulação da usina, que é responsável por manter o aquecimento dos tanques e das linhas de abastecimento e aquecimento do produto até o ponto de utilização, que terá como produto final a massa asfáltica.
O novo sistema utiliza um  material que a usina já possui – areia rosa saibrosa –  para promover o isolamento térmico da tubulação. Como a tubulação está instalada em uma pequena bacia de contenção (duas paredes paralelas) foi possível conter a areia e cobrir a tubulação.
Neste caso, a areia atua como isolante térmico, não permitindo que a temperatura seja dissipada para o meio ambiente e mantendo-a estável e contida em torno da tubulação, o que representa uma queda significativa no consumo de combustível para manter o equipamento em funcionamento.
O presidente da Novacap, Júlio Menegotto, ressaltou que o novo método além de ser uma alternativa para economia de energia empregada nos equipamentos e de contribuir diretamente com o meio ambiente na redução de emissões de gases para a atmosfera, é financeiramente viável.
“A Novacap trabalha sempre para alcançar melhor produtividade, a custos cada vez mais ajustados e com o menor impacto ambiental possível. Somos uma empresa que se preocupa com o meio ambiente”, afirma .
O engenheiro responsável pela usina da Novacap Maurílio Tiberi destaca que foram mais de dois anos para chegar a um resultado que pudesse ser mensurado. “Realizamos diversas tentativas e cálculos. Observamos que este foi o que mais trouxe resultados expressivos tanto na economia e eficiência na produção quanto no consumo de gás que é utilizado para o funcionamento de alguns sistemas da usina, sem custos elevados.”, conta entusiasmado.
Economia
Desde a implantação do novo sistema em maio deste ano, a operação não teve nenhum custo adicional para a usina de asfalto, que tem a capacidade para produzir até 120 toneladas de massa asfáltica por hora.
Para o presidente da Novacap, Júlio Menegotto, o novo método significa mais  economia para os cofres públicos, e consequentemente para o contribuinte, e representa mais agilidade e qualidade na produção de massa asfáltica utilizada na manutenção das vias de todo DF.
“Com o fim do período das chuvas intensificamos as operações de tapa buraco em todo o DF, oferecendo um serviço de melhor qualidade”, ressalta Menegotto.
A Companhia atende as cidades do Distrito Federal, por meio de pedidos feitos pelas Administrações Regionais, Departamento de Estradas de Rodagens (DER) e Exército, além da própria Novacap.
Desde janeiro deste ano, Taguatinga foi a RA que mais recebeu massa asfáltica da Novacap, 620 toneladas. Vicente Pires foi à segunda, com 329 toneladas, seguida do Gama com 231. Cruzeiro com 227 e Ceilândia com 221 toneladas, aparecem em quarto e quinto lugares.

Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil - Governo de Brasília

NOVACAP

Setor de Áreas Públicas - Lote B - CEP: 71.215-000 Telefone: 3403-2300