Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
18/12/13 às 18h18 - Atualizado em 29/10/18 às 14h41

Autódromo Internacional Nelson Piquet será reformado

Depois da etapa da Fórmula 1,  de Interlagos,  em São Paulo e, principalmente, o Moto GP, que acontecerá em setembro de  2014, Brasília quer entrar na rota dos grandes eventos nacionais e internacionais de automobilismo.

De olho nessa oportunidade, a Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) realizou na última terça feira (17), a Audiência Pública para consultar a população e os representantes de entidades e organismos do GDF sobre a reforma e adequações necessárias do Autódromo Internacional de Brasília Nelson Piquet.

“Modernizar as instalações do Autódromo Internacional Nelson Piquet fará com que a cidade tenha a possibilidade  de  ser palco  de  17  eventos automobilísticos em 2014, em nível nacional e internacional. Queremos sediar a Formula Indy, a World Touring Car Championship (WTCC), a Fórmula 1, a Stock Car, entre vários outros”, reforçou a diretora de Obras Especiais da Novacap, Maruska Lima.

Após a reforma, o Autódromo de Brasília poderá sediar, ainda, a FIA GT, Fórmula E, FIA Fórmula 3, DTM (categoria de Turismo alemã), Porshe cup, Campeonato Brasileiro  de Turismo, Festival de Marcas e Turismo 1600,  Fórmula Truck, Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, Superbike Series do Brasil e o Moto 1000 GP.

Mudanças

As quatro curvas e o traçado atual, que lembra um quadrado, será substituído por um novo, totalmente desafiador para os competidores, e terá o mínimo de dez curvas. A reta será ampliada e usará um trecho aberto em rua, que faz parte do autódromo. Em dias de prova, a pista será exclusiva para os pilotos e em dias comuns poderá ser usada pela população.

A extensão completa do novo autódromo será de 4,1 quilômetros e o circuito dividido em Norte (1,74 quilômetro), composto por seis curvas, e o Sul (2,45 quilômetros), com mais seis curvas.

O Autódromo poderá chegar a ter cinco quilômetros para atender eventos de grande porte, além de contar com modificações na área dos boxes, padocs, centro de mídia, da sala de imprensa e da sinalização. Ao público, serão destinados mais de 15 mil lugares, tanto em arquibancada permanente quanto em arquibancadas provisórias espalhadas ao longo do circuito, e a construção de uma área  de alimentação.

Desde a sua criação, em 1974, as instalações do Autódromo Internacional Nelson Piquet, localizado no Setor de Recreações Públicas Norte, na área central de Brasília, jamais passou por modificações.  Após 40 anos, a obra de reforma do autódromo vai custar mais de R$ 150 milhões e quer garantir as recomendações técnicas e adequadas, de acordo com a Federação Internacional de Motociclismo (FIM) e da Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

O diretor comercial da Terracap, Deusdeth Cadena Finotti, enfatizou que obras como esta ampliam e dão à população mais oportunidades de lazer. Também participaram da audiência o subsecretário de Planejamento Urbano da Secretaria de Habitação e Desenvolvimento Urbano (Sedhab), Rômulo Andrade de Oliveira; o secretário adjunto do Estado de Esportes, Célio Renê Trindade; o secretário de turismo, Luís Otávio Neves, e o engenheiro da Apex Circuit Design, empresa inglesa responsável pela obra e parceira da Federação Internacional de Automobilismo FIA, André Araújo. Vários pilotos marcaram presença, entre eles o  piloto da GP2 (categoria de acesso à Fórmula 1), Felipe Nasr.

Preocupação 

“A nossa preocupação é com a formação dos pilotos e dos funcionários que trabalham no kartódromo”, ressaltou o comerciante e piloto de kart, Samuel Gomes. Em resposta, a diretora de Obras Especiais da Novacap, Maruska Lima, afirmou que nenhum trabalhador será prejudicado com essa mudança e que haverá uma Audiência Pública específica para tratar dos assuntos que envolvem o Kartódromo e a terraplanagem do local.

Depois da construção do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, que também faz parte do Complexo Esportivo Ayrton Senna, a preocupação levantada por representantes de Kart, foi sobre a localização da área destinada à prática do esporte. O projeto prevê a retirada do Kartódromo das dependências do Autódromo. A área pública estudada é a que fica na parte lateral, onde hoje funciona a garagem da Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília (TCB).

A previsão da Novacap é de que o edital seja publicado na primeira quinzena de janeiro.


Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil - Governo de Brasília

NOVACAP

Setor de Áreas Públicas - Lote B - CEP: 71.215-000 Telefone: 3403-2300